Miasmas

 

" Se para curar era somente necessário 'achar o medicamento mais similar possível' de que valeria uma 'multidão de conceitos imprecisos e filosóficos' durante o ato terapêutico, perguntavam-se atônitos os médicos homeopatas que entravam na homeopatia vindos da escola médica clássica.

Aliás, este é um quadro relativamente atual quando observamos que ainda hoje a formação médica clássica não dota os médicos de uma compreensão correta de organismo.

Estudamos uma parte do complexo funcionamento corporal, compreendemos segmentos da patologia humana através do estudo de órgãos, e pesquisamos a etiopatologia das enfermidades de forma fragmentada e jamais ensinados a debruçar sobre a imagem do misterioso organismo dinâmico - com suas maravilhosas intercorrelações, ritmos e sinergismos - para realmente pensar sobre aqueles que deveriam ser os fundamentos da arte médica : saúde e vida.

De certa forma os miasmas e as oscilações desencadeadas pelas patogenesias sobre os sujeitos permitem que os estudos destas potencialidades vitais ocorram na prática. "

 

Paulo Rosenbaum

Junho de 1996

Prefácio, página 9 e 10, in " Filosofia Homeopática " de James Tyler Kent ; São Paulo:Editora Robe. 1996