fbpx

curso naturopatia homeopatia

6 Fontes de Proteínas para Vegetarianos


Você sabe porque consumir proteína é tão importante para a saúde?

Proteínas são compostas de aminoácidos, que ajudam a formar nosso organismo.

As proteínas também estimulam a produção de um hormônio da digestão chamado glucagom, que estimula o metabolismo e contribui para queimar gordura e perder peso mais rápido, além de dar maior saciedade, evitando com que você coma besteiras fora de hora.

Para nossos pacientes, indiferente se você trabalha com  Homeopatia, Fitoterapia, Aromaterapia ou Trofologia, temos que entender sobre os alimentos nutricionais e nesse caso, as proteínas vegetais.

proteínas vegetais 6 tipos

Você provavelmente já ouviu falar sobre a dieta da proteína (também conhecida como Dieta Dukan), e este é um dos motivos pelo qual a dieta é mundialmente famosa e altamente eficiente, pois baseia-se no alto consumo de alimentos ricos em proteína.

 

Carnes são as mais conhecidas fontes de proteína, e sempre que possível dê preferência para carnes "grass fed", ou seja, oriundas de animais que tenham sido alimentados com grama (e não rações artificiais e outros hormônios).

Mas se você segue uma dieta vegetariana, ou não gosta muito de carnes, como consumir a quantidade necessária de proteínas?

6 fontes de proteína na dieta vegetariana:

Ovos: são uma excelente fonte de proteína no vegetarianismo, contendo em média cerca de 6 gramas por unidade, e podem ser consumidos em diversas formas, não apenas mexidos ou cozidos no café da manhã.

 

Use ovos cozidos para incrementar saladas, fazer omelete ou ainda fazer massa de panqueca, porém opte por farinha integral e ainda inclua grãos de linhaça na massa - as crianças não vão notar diferença no sabor e a comida fica muito mais saudável!

 

Queijos: outro alimento rico em proteína são os queijos, porém queijo processado não conta. Opte por produtos que tenham sido produzidos com leite de vacas alimentadas com grama, e procure sempre olhar a lista de ingredientes usados na produção do queijo quando for comprá-lo.

 

Iogurte: contém em média 4 gramas de proteína por 100g, mas a maioria dos iogurtes anunciados na TV contém uma grande quantidade de açúcar ou xarope de frutose, e outros produtos químicos que só fazem mal a saúde.

 

Por isso recomendamos mais uma vez sempre ler o rótulo das embalagens e prefira iogurtes sem adição de açúcar, pois o mesmo pode ser adoçado por você com adoçantes naturais muito mais saudáveis (como mel, açúcar de coco, agave ou frutas).

Outra dica é evitar iogurtes desnatados ou livres de gordura.

Este é um dos maiores mitos! A realidade é que a gordura existente em laticínios de alta qualidade ajuda a digerir o alimento.

Quinoa: super fácil de preparar, a quinoa tem um alto volume de proteínas, cerca de 24 gramas por xicara. Você pode substituir certos grãos como o arroz pela quinoa, fazer saladas, misturar na massa de bolos e tortas, e vai bem tanto com receitas salgadas quanto doces.

Amêndoas: contendo quase 30 gramas de proteína por xicara, amêndoas ajudam a estabilizar o nível de açúcar do sangue e ainda contribuem para perder peso de forma saudável. Adicione a saladas, iogurtes, ou simplesmente coma pura no lanche da tarde, apenas não exagere, pois as mesmas são altamente calóricas.

 

Leguminosas: grãos como feijão, lentilha, grão de bico e ervilha também são excelentes fontes de proteína e ótima opção para os adeptos do vegetarianismo, contendo entre 15-40gramas de proteína por xicara.

 

Muita gente reclama que grãos como feijão e lentilha causam gases, mas uma forma de evitar esse inconveniente é deixar os mesmos de molho por algumas horas antes do preparo.

 

Uma dica bacana é o hambúrguer vegetariano, que leva "hambúrguer de grão de bico" ao invés de carne. Uma delicia!!!


Práticas Integrativas Complementares

Google Site Seguro integralle

 

 Tag