fbpx

curso naturopatia homeopatia

Filosofia Manual Homeopático


Este folheto explicativo foi desenvolvido para que você conheça um pouco da filosofia homeopática e seus medicamentos, compreendendo melhor o momento da consulta com seu clínico.

Homeopatia é uma palavra de origem grega que quer dizer doença semelhante. Em Homeopatia trata-se as doenças por meio de substâncias que, quando utilizadas em uma pessoa sadia, produzem sintomas semelhantes aos da doença a ser tratada.

 

Para a Homeopatia, a doença aparece por conta de um desequilíbrio da energia vital, que é a responsável pelo funcionamento do nosso organismo.

O clínico homeopata não investiga somente os sintomas isolados. Ele procura tratar o paciente como uma unidade formada por corpo e mente, que sofre a influência do meio externo (social e ambiental). É daí que vem a afirmativa de que "a Homeopatia trata do doente e não da doença" - quer dizer, você é mais importante do que a doença!

O profissional quer atuam com Homeopatia buscam o equilíbrio do organismo - mente e corpo - para uma vida mais harmoniosa e saudável.

Este é o objetivo do medicamento homeopático.

O medicamento escolhido é administrado em doses muito diluídas - doses infinitesimais - mas que tem a energia suficiente para restabelecer a energia vital, devido a uma técnica chamada dinamização.

Pela dinamização, a energia terapêutica que estava latente na substância bruta é liberada, passando a agir na energia do paciente.

A dinamização permite diminuir os efeitos tóxicos ou agressivos da substância original e aumentar seu potencial curativo. É por isso que a Homeopatia permite utilizar os princípios curativos de substâncias muito venenosas sem causar mal ao paciente.

Criada pelo médico alemão Samuel Hahnemann, a Homeopatia é uma especialidade médica e farmacêutica, reconhecida pelos Conselhos Federais de Medicina e Farmácia.

 

 

 

É também exercida por odontólogos e veterinários.

A Homeopatia procura tratar os sintomas apresentados pelo paciente de duas maneiras principais:

  • com um único remédio - Unicismo
  • com mais de um remédio - Pluralismo

Práticas Integrativas Complementares