Claustrofobia o que é? Há tratamento?

Claustrofobia o que é? Há tratamento?

Claustrofobia, o que é?

 

Medo ou fobia de lugares fechados.

 

Claustrofobia (derivação do Latim “Claustro”, que denomina a parte fechada de um convento ou mosteiro e que também deriva de “Claudere”: fechar e que, somado ao Grego “Phobos”, medo), resulta no “medo ou fobia de lugares fechados”.

Por ser um transtorno ansioso, provoca um medo irracional em algumas pessoas quando se deparam com espaços limitados (ou confinados).

Claustrofobia

Como nos dias de hoje é muito frequente estarmos expostos a elevadores, metrôs, túneis, máquinas de ressonância magnética, aviões, dentre outros, tais indivíduos podem desenvolver uma verdadeira fobia, evitando ativamente tais situações.

Algumas pessoas com claustrofobia podem reagir emocionalmente ao sentir um leve desconforto, enquanto outras, experimentam níveis expressivos de ansiedade, vindo a desenvolver, em alguns casos, ataques de pânico.

 Quais os sintomas da Claustrofobia ?

 

  • 1. Tremores, sudorese, calafrios;

  • 2. Falta de ar, sensações de asfixia ou tontura;

  • 3. Medo de perda de controle;

  • 4. Batimentos cardíacos acelerados ou intensos;

  • 5. Náuseas;

  • 6. Dor de cabeça;

  • 7. Formigamento;

  • 8. Boca seca;

  • 9. Medo (ou sensação) de desmaiar e/ou apresentar zumbido nos ouvidos;

  • 10. Necessidade imediata de usar um banheiro;

  • 11. Confusão e desorientação.

Uma pessoa que, durante os últimos seis meses, tenha ativamente evitado ou mesmo se sentido incomodada pelos espaços fechados (ou ainda lugares lotados), é provável que sofra de claustrofobia.

Vale dizer que, na aviofobia, o medo ou ansiedade antecipatória é uma das partes expressivas do problema.

Origens da Claustrofobia

 Especula-se que a claustrofobia possa ter sido geneticamente determinada como o resultado de um instinto de sobrevivência desenvolvido em nossos antepassados há milhões de anos.

Ficar longe do grupo e preso em alguma gruta ou caverna fechada, por exemplo, poderia significar a morte imediata.

 

 Na Homeopatia, o paciente é único e o tratamento e o tratamento para a Claustrofobia é eficaz e único, o Terapeuta em Homeopatia saberá como orientar e descobrirá a raiz do problema e indicará remédios naturais para curar e libertar o paciente desse trauma.

Muitos casos de claustrofobia são decorrentes de algum acontecimento traumático experimentado na infância como, por exemplo, ficar preso dentro de algum armário ou banheiro. Assim sendo, pessoas que foram mantidas, contra sua vontade, em lugares fechados, são fortes candidatas ao desenvolvimento da claustrofobia.

 Menos frequente, mas também possível, indivíduos que ficaram presos em túneis, em horário de pico, portas giratórias de banco ou ainda pessoas que enfrentaram muita turbulência durante um voo de avião, podem, assim, se tornar mais receosas em repetir eventualmente as mesmas situações, criando medo ou ansiedade antecipatória a eventos que desencadeiam as mesmas sensações.