Vitalismo [Teoria e Prática Muito Simples]

Vitalismo [Teoria e Prática Muito Simples]

Quimicamente o corpo é constituído de carbono, hidrogênio, oxigênio, nitrogênio entre outros átomos. Essa composição é válida para um corpo vivo e, também, para um corpo morto!!!

É nítida a diferença entre eles. Um realiza atividades e o outro entra em decomposição, certo?

O que mantém a integridade desses átomos e moléculas no corpo vivo é uma energia pouco entendida pela ciência atual.

Na patologia existe um chamado "ponto de não retorno” em que a partir daquele instante pode-se afirmar que a célula morre, porém o que leva a esse ponto ainda não se sabe.

célula

Entre as diferentes respostas, existe o "Vitalismo" que é reconhecida em inúmeras correntes culturais e filosóficas (China surge em 300 a.C. com Tseu-Yen, na Índia em 4000 a.C. nos Vedas, Grécia em 370 a.C. com Hipócrates entre outros exemplos).

A ideia filosófica do Vitalismo é onde Hahnemann, o criador da homeopatia, fundamenta seu método científico e experimental de tratar as enfermidades reconhecida hoje como Homeopatia.

No vitalismo a energia vital é a responsável pelo equilíbrio do corpo físico mantendo a harmonia das funções vitais para concretização das mais diversas funções do ser humano e do animal.

O desequilíbrio na energia vital perturba os átomos e as moléculas de um corpo vivo culminando em enfermidades ou morte. Portanto, o tratamento homeopático visa o reequilíbrio da energia vital para que ela regularize os átomos e moléculas à favor da função de vida do indivíduo.

Nesse raciocínio é impossível atingir a cura agindo no corpo físico, certo????

Pergunto a você: - Por que uma parede tem mofo?

parede com mofo

Você me responderia: - Porque ela é úmida. Porque não bate sol.

Exato!

Se eu falar que o mofo causou a parede úmida você me acharia louco, certo????

Louco

Então... Por que um pulmão teria bactérias? (em uma pneumonia bacteriana, por exemplo)

Você agora não pode responder que a bactéria causou a pneumonia devido ao pensamento anterior já esclarecido, certo?

A resposta precisa ser: - O pulmão tem bactérias porque ele está doente. Primeiro o pulmão adoece e depois as bactérias aparecem.

Relembrando: Primeiro a parede tem umidade e depois o mofo aparece.

Primeiro a vitalidade é perturbada, depois o pulmão fica doente e as bactérias se aproveitam da história toda :)

O homeopata irá tratar o paciente com o pulmão doente e com o reequilíbrio da vitalidade o corpo irá atingir sua harmonia e, naturalmente o pulmão ficará saudável (claro que as bactérias serão expelidas nesse momento muito naturalmente).... mas o mais impressionante... ao restabelecer o equilíbrio nosso corpo atingirá seu máximo potencial e quem sabe refletir mais, aprender, ouvir e cumprir a missão para a qual nasceu... quem sabe?

Artigos Relacionados

Formas Farmacêuticas - Manual

Algumas vitaminas

Algumas Vitaminas